Um espaço para sermos …circunstancialmente…

A Deborah

Tales Messias Ferreira (escrito em 24/03/2009, na época Deborah com 04 anos)

Deborah com 01 ano. Eu, morrendo de sono...e Deborah completamente acordada...

De tempos em tempos preciso dormir sozinho com minha
filhinha. A mãe, por estar trabalhando, dorme longe de casa.

Nesses tempos, por apenas “sobrar” o pai,
tudo muda. Eu me torno tudo para ela. De cozinheiro a travesseiro.

Quando tudo acalma (menos a casa…pois se torna um
avalanche)…é que olho pra minha filha, no meu cólo, abraçada em mim, quase
enroscada…e percebo:

Como a felicidade mora tão perto! À distância de um
abraço. De seus bracinhos. Embaçando meus óculos com seu hálito puro. Tão perto
que é possível sentir o sabor doce de uma criança. Um sono tranquilo. Pesado.
De quem tem segurança em algo tão frágil como um adulto. Não só ela se sente em
paz. Ao olhar pra ela tudo o mais secundário se torna. Ao fitar ela, nada mais
em importância a supera. Nada mais ela espera. Tudo isso por ela. Minha filha.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: